Fale Conosco       Acesse seu E-mail
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Assédio Moral

  03/02/2014 

Funcionários acusam empresa aérea de assédio moral e crimes de homofobia

Integrantes do Sindicato dos Aeroviários da Bahia (Sindiaero-Ba), além de funcionários das empresas aéreas realizaram protesto ontem,  no Aeroporto Internacional de Salvador, em frente ao guichê da empresa Avianca. Eles alegaram sofrer assédio moral, racismo e homofobia por parte da empresa.
 
Segundo denúncia à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE-BA), a empresa aérea pratica constante assédio moral com os funcionários, demite servidores gays e negros sindicalizados. Procurada pela Tribuna, a empresa Avianca não quis se pronunciar. Além disso, segundo os funcionários e os sindicalistas, até o fechamento desta edição a empresa não havia recebido os integrantes para um breve esclarecimento.
 
“Homofobia, assédio moral e racismo são problemas que atingem diariamente os trabalhadores da Avianca, resultando numa demissão de cinco pessoas, sendo quatro deles negros”,  relatou a funcionária da Azul Linhas Aéreas  e integrante do Sindicato dos Aeroviários da Bahia (Sindiaero-Ba), Luciana Tavares.
 
“Nosso país é um país de miscigenação e a discriminação ainda é muito forte. Todo esse comportamento vem por parte dos supervisores”, argumentou a sindicalista. “Hoje buscamos juntamente com a nossa classe, mudanças, para que essa realidade que já foi vencida há muitos anos seja aplicada nas empresas”
 
Entre as denúncias feitas a SRTE e ao Ministério Público estão fatos como chamar à atenção dos funcionários em frente de colegas e usuários, ameaças de demissão por suposta baixa de rendimento, xingamentos como “lerda” e “burra” na frente de colegas e usuários, dentre outros, resultando em trabalhadores chorando e sem vontade de retornar ao seu posto de trabalho.
 
 “A partir desse comportamento inadequado por parte da empresa surgem as constantes demissões, que atingem, em quase sua totalidade, negros e homossexuais, em uma clara política discriminatória. A empresa também vem demitindo injustificadamente membros do Sindicato dos Aeroviários e caminha para ser a empresa aérea mais antissindical do BrasiI”, acrescentou Luciana Tavares.
Fonte: Tribuna da Bahia
Link: http://www.tribunadabahia.com.br/2014/02/01/funcionarios-acusam-empresa-aerea-de-assedio-moral-crimes-de-homofobia
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

Mídias Sociais

 

Rua Nossa Senhora dos Remédios, 85
Benfica • Fortaleza/CE CEP • 60.020-120

www.igenio.com.br