Fale Conosco       Acesse seu E-mail
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Assédio Moral

  03/09/2013 

Igreja é condenada a pagar R$ 15 mil a funcionário por assédio moral

A Igreja Mundial do Poder de Deus foi condenada a pagar R$ 15 mil a um funcionário por assédio moral. O empregado, que foi contratado como editor de vídeo, era constantemente chamado de "burrinho", "macaquinho" e "jegue" pelo bispo responsável pela igreja e por outros pastores.
 
A decisão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) de Minas Gerais foi baseada em relatos de testemunhas que confirmaram as agressões verbais. Segundo elas, o funcionário ouvia essas ofensas sempre que ocorria algum imprevisto ou problema com a produção do programa do bispo.
 
Em resposta, a igreja entrou com um recurso, negando que tivesse praticado qualquer ato ofensivo contra o empregado. Segundo o TRT, a ré alegou que havia, no máximo, brincadeiras comuns a um ambiente de trabalho descontraído. No entanto, para o magistrado, o fato de o empregador ser conivente e participar da situação já foi suficiente para justificar a condenação.
 
"A figura do assédio moral caracteriza-se pela conduta abusiva do empregador, atentando contra a dignidade ou integridade física ou psíquica de um empregado, ameaçando o seu emprego ou degradando o ambiente de trabalho, expondo o trabalhador a situações humilhantes e constrangedoras", disse.
Fonte: Época Negócios
Link: http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Acao/noticia/2013/09/igreja-e-condenada-pagar-r-15-mil-funcionario-por-assedio-moral.html
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

Mídias Sociais

 

Rua Nossa Senhora dos Remédios, 85
Benfica • Fortaleza/CE CEP • 60.020-120

www.igenio.com.br